Digite sua busca

 

 

Notícias

MPF pede que STJ não desmembre processo contra Wilson Witzel

O Ministério Público Federal (MPF) recorreu da decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que desmembrou a ação penal na qual o governador afastado do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC) é réu pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

No recurso apresentado, o MPF defende a tese de que o desmembramento do processo pode gerar “julgamentos diversos para casos idênticos”. No embargo de declaração os procuradores também pontuaram que o entendimento dos julgadores poderá ser comprometido, caso haja dois processos.

“A produção fracionada de provas em juízos e processos distintos impede que a autoridade judiciária veja o cenário completo, necessário para entendimento de toda a intrincada e complexa trama criminosa”, argumenta o MPF.

Witzel está afastado do cargo de governador do Rio, desde o dia 28 de agosto de 2020, por determinação do STJ. Ele foi denunciado pelo MPF, sob a acusação de ter recebido R$ 554 mil para beneficiar empresas responsáveis pela gestão de hospitais no Rio de Janeiro.

Foto: José Cruz / Agência Brasil