Digite sua busca

 

 

Destaque Notícias Notícias em destaque

MPF quer que Carrefour indenize família de João Alberto

O Ministério Público Federal solicitou que a família da vítima, João Alberto Silveira Freitas, um homem negro que foi espancado até a morte em uma loja do Carrefour, em Porto Alegre, receba reparação da rede. O MP defendeu ainda que a rede adote medidas em todas as lojas para combater o racismo.

Em nota, a rede declarou “A morte de João Alberto Silveira Freitas, às vésperas do Dia da Consciência Negra, espancado até a morte nas dependências do supermercado Carrefour, em Porto Alegre-RS, deve resultar na aplicação das sanções penais cabíveis, na reparação civil dos danos causados aos familiares da vítima e nas demais consequências jurídicas previstas pela legislação, inclusive no campo das relações de trabalho”. A nota foi assinada pelo subprocurador-Geral da República e procurador federal dos Direitos do Cidadão Carlos Alberto Vilhena e por membros do Ministério Público que atuam em grupos de trabalho de combate ao racismo e de promoção dos direitos humanos.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X