Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque Política

Na ONU, Bolsonaro ataca Cuba, Venezuela, socialismo e critica mídia

O presidente Jair Bolsonaro discursou, na manhã de hoje (24), ao abrir a 74ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Em sua fala, ele criticou os governos de Cuba e da Venezuela, além de falar sobre o Foro de São Paulo, organização que, na sua avaliação, é composta por partidos de esquerda que desejam “implementar o socialismo na América Latina”.

“Meu país esteve muito próximo do socialismo, que nos levou à corrupção generalizada, recessão, alta criminalidade, e ataque ininterrupto aos valores familiares que formam as nossas tradições”, afirmou.

Durante o seu discurso, Bolsonaro classificou de “falácia” a afirmação de que a Floresta Amazônica é um patrimônio da humanidade. Em sua visão , a crise na Amazônia foi levada a outros países por “mentiras da mídia”.

“Nossa Amazônia é maior que toda a Europa Ocidental e continua praticamente intocada. Ataques sensacionalistas que sofremos por grande parte da mídia internacional despertaram nosso sentimento patriótico. É uma falácia dizer que Amazônia é patrimônio da humanidade e um equívoco, como atestam os cientistas, dizer que a nossa Amazônia é o pulmão do mundo”, completou.

Foto: Reprodução / ONU

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X