Digite sua busca

 

 

Bahia Educação Notícias Notícias em destaque Salvador

“Não podemos colocar gente sem qualificação para gerir a educação”, diz presidente da Aceb

A presidente da Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia (Aceb), Marinalva Nunes, defendeu, em entrevista à Rádio Sociedade, na manhã desta quinta-feira (10), o posicionamento dos professores da rede municipal de Salvador contra o secretário de Educação, Marcelo Oliveira.

De acordo com Marinalva, a categoria está correta. “É a função dos professores aprovar, desaprovar e avaliar. Essa categoria precisa fazer isso. E ela está correta. Esse lugar da educação municipal não tem sido bem ocupado por pessoas preparadas para dar sentindo a essa atividade essencial da sociedade. Infelizmente, os últimos secretários de educação do município não têm tido esse cunho. Tem que ser da área, conhecer do negócio, não é só ser administrador, achar que é administrador, dizer que pode reduzir, tirar educação física, porque não entende sobre isso”, pontuou.

No último dia 31, os professores da rede pública de ensino fizeram uma manifestação alegando que Marcelo Oliveira orientou os gestores escolares (diretores e vice-diretores) a retirar do primeiro e do segundo ano do fundamental 1, professores das disciplinas de artes, língua estrangeira e educação física. Com a decisão do secretário, pedagogos deverão dar aulas dessas disciplinas

“Não sabe sequer que hoje a educação física é uma política de medicina integrativa. Não entende dessas coisas. Não ‘saca’ da juventude e do processo da alfabetização.  E olhe que, no Brasil, o processo de alfabetização não chegou ainda ao nível da Europa, por exemplo. O professor de alfabetização precisa ser mostrado. Nós precisamos chegar lá, secretário [Marcelo]. Nós precisamos chegar lá, prefeito [Bruno Reis]. Não podemos, nessa altura campeonato, colocar gente sem qualificação para gerir a educação”, completou Marinalva se referindo a Marcelo Oliveira.

Foto: Bruno Concha / Secom PMS

Tags: