Digite sua busca

 

 

Mundo Notícias Notícias em destaque Pandemia SAÚDE

Novo relatório da OMS diz que Covid-19 matou quase 15 milhões de pessoas no mundo

Um novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado nesta quinta-feira (5), informou que a pandemia da Covid-19 matou quase três vezes mais pessoas do que indicam os dados oficiais.

Segundo a estimativa, houve 14,9 milhões de óbitos em excesso, ou seja, causados de forma direta ou indireta pela doença, até o final de 2021. Entre janeiro de 2020 e dezembro do ano passado, 5,4 milhões de mortes foram notificadas oficialmente em todo o mundo.

O “excesso de mortalidade” é o indicador que calcula, além das pessoas que morreram por ação direta do coronavírus, os casos de pessoas que perderam a vida como resultado indireto à pandemia, como pacientes de outras doenças que não tiveram acesso ao sistema de saúde devido à sobrecarga das unidades hospitalares durante os picos da pandemia.

Conforme a OMS, outro motivo para os novos dados serem muito maiores do que a contagem oficial é a subnotificação de muitos países. Antes da pandemia, cerca de seis em cada 10 mortes não eram registradas.

Foto: Reprodução

Tags:

Leia também