Digite sua busca

 

 

Bahia Economia Notícias em destaque Salvador

Petroleiros baianos criam manifesto contra privatização da Petrobras e pela reestatização de refinaria

Entidades representativas dos petroleiros na Bahia elaboraram um manifesto contra a privatização da Petrobras e em defesa da reestatização da refinaria Landulpho Alves (RLAM).

Assinam o documento, entregue nesta quarta-feira (27) ao deputado federal Félix Mendonça Júnior (PDT), a Associação de Engenheiros da Petrobras (Aepet-BA), o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA), a Associação Brasileira dos Anistiados Políticos da Petrobras (Abraspet) e a Associação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas da empresa (Astape-BA).

Todas essas entidades criaram o Fórum Permanente de Reconstrução da Petrobras, liderado pelo petroleiro aposentado Valter Reis e que tem como objetivo formar uma frente de luta em defesa da empresa e contra a política de Preço de Paridade Internacional (PPI) adotada no governo do ex-presidente Michel Temer.

“Lutamos para que o Estado reestatize todo o patrimônio do povo brasileiro que foi vendido desde o governo do ex-presidente Collor a Bolsonaro”, diz um trecho do manifesto.

“O exercício pleno da soberania nacional exige controle estratégico das fontes de energia e matérias-primas fundamentais para a construção de um novo ciclo de industrialização e desenvolvimento de um mercado consumidor de massa, que elevem as condições de vida da população, garantindo os direitos fundamentais”, afirma outro trecho do documento.

Félix Mendonça Júnior disse que vai apresentar um projeto de lei visando a reestatização da Petrobras.

“Vamos, ainda, fazer uma grande audiência pública na Câmara, após o recesso, com a presença dos petroleiros, para debater essa questão”, salientou.

O deputado afirmou apoiar uma ação civil pública do fórum contra a privatização da refinaria baiana, que contribuiu para elevar o preço dos combustíveis e não levou em conta questões ambientais.

Foto: Divulgação

Tags:

Leia também