Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias em destaque Polícia

PF desarticula esquema criminoso de fraudes ao Auxilio Emergencial

 A Polícia Federal (PF) na manhã desta segunda-feira (09), deflagrou a Operação Primeira Parcela, afim identificar e desarticular a atuação de organizações criminosas que cometeram fraudes em benefícios do Auxílio Emergencial. A ação cumpre 10 mandados de busca e quatro mandados de prisão nos estados da Bahia, São Paulo e Tocantins. No estado da Bahia a Polícia Federal cumpre quatro mandados de prisão temporária e sete mandados de busca, todos em Simões Filho, região metropolitana de Salvador, além da quebra do sigilo bancário das contas dos investigados e o bloqueio dos valores ali depositados.

De acordo com a PF, os investigados utilizavam os dados das vítimas para realizar o cadastro para recebimento do Auxílio Emergencial e, em seguida, transferir os valores para suas próprias contas, através de boletos bancários. Nos dados analisados, em apenas uma semana, a quadrilha cadastrou pelo menos 59 contas de forma fraudulenta, chegando em torno de R$ 33 mil desviados com o esquema. Acredita-se que a fraude seja muito maior, na medida em que os dados se referem a um curto período analisado, e também apenas aos casos em que as vítimas formalizaram a contestação junto à Caixa Econômica Federal.

 A ação é resultado da Estratégia Integrada contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE), que tem a participação da Polícia Federal, o Ministério Público Federal (MPF) o Ministério da Cidadania (MCid), a CAIXA, a Receita Federal (RF), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU), que tem como foco a atuação de grupos, associações ou organizações criminosas e a desarticulação de fraudes estruturadas ao Auxílio Emergencial.

Imagens: Divulgação/ Polícia Federal.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X