Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Polícia Salvador

Policiais civis marcam protesto contra atual gestão da segurança pública

Policiai civis estão planejando realizar um protesto contra a atual gestão da segurança pública na Bahia no sábado (4). A proposta, de acordo com o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (SINDPOC), é também denunciar a violência no território baiano e prestar homenagem às vítimas desse contexto. O “Ato das Cruzes” ocorrerá às 9h, no Farol da Barra.

Na manifestação, além do SINDPOC, estarão presentes integrantes do Sindicato dos Peritos em Papiloscopia (SINDPEP), o Movimento Unificado dos Investigadores e Escrivães da Polícia Civil da Bahia (UNIPOL), o Sindicato dos Escrivães de Polícia do Estado da Bahia (AEPEB), A Associação dos Investigadores da Policia Civil da Bahia (ASSIPOC) e o Movimento Juntos Somos Mais Fortes, que é composto por entidades sindicais de policiais civis da capital e do interior.

Dados

Dados do Monitor da Violência apontam que a Bahia é o estado que mais registrou mortes violentas (homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte) em 2020, chegando a 5.276. Destas, 5.107 foram enquadrados como homicídio doloso, 104 como latrocínio e 65 como lesão corporal seguida de morte.

“Infelizmente temos um governo que não quer dialogar com os policiais civis. Esse ato do próximo dia 4 denuncia o estado de violência causado pelo descaso dos gestores públicos do atual governo que permitiu a Bahia assumir a liderança de morte no Brasil e também dizer para a sociedade baiana que a política de segurança pública totalmente equivocada”, disse o presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes.

“Convoco todos os policiais civis, demais agentes da segurança pública e a sociedade para estarmos juntos nesse ato, que sem dúvida será um marco para a nossa categoria”, finalizou o presidente do SINDPOC.

Foto: Divulgação/ASCOM

Tags:

Leia também