Digite sua busca

 

 

Entrevistas Notícias em destaque Podcast Rádio Sociedade Salvador SAÚDE

População de Salvador deve realizar recadastramento obrigatório do cadastro SUS até segunda; Secretário explica

O recadastramento obrigatório do cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) deve ser realizado até o dia 31/08, segundo determinação do Governo Federal. O processo deve ser realizado até mesmo para as pessoas que possuem plano de saúde ou que não utilizem as unidades de saúde com frequência.

Em entrevista ao programa Sociedade Urgente da Rádio Sociedade, o secretário municipal de saúde, Léo Prates, explicou que a medida deve ser realizada após o governo federal instituir um novo modelo de financiamento para a atenção primária.

“Hoje o profissional está no posto, o remédio está lá, a vacina está sendo aplicada e você (prefeitura) recebe o dinheiro do governo”, declarou. “Agora não, será meramente por um cadastro. Quanto mais cadastros você tem na atenção básica, aí você receberá o financiamento do governo federal. O que na minha visão é um erro”.

De acordo com ouvintes, o site do sistema tem apresentado instabilidade e alguns postos de saúde apresentam pontos de aglomeração devido a intensa movimentação para o recadastramento. O secretário rebateu as críticas, afirmou que a pasta está se movimentando e direcionando profissionais para evitar problemas.

“Não tem nenhuma evidência de aglomerações em postos de saúde em Salvador. Estamos monitorando e não temos notícias de nenhum posto com aglomeração”, disse.

Segundo o secretário, até a última quinta-feira (27), cerca de 700 mil pessoas foram cadastradas. O objetivo é que os quase três milhões de habitante da capital baiana realizem o processo.

“Esse cadastramento começou em janeiro, nós estamos com os carros de som, fizemos panfletagens, mandamos os agentes de saúde para a casa das pessoas para fazer o recadastramento”, disse. “Ontem tivemos a tentativa de 600 mil cadastros no site, o que derrubou por várias vezes, peço desculpas, mas a adesão foi além do esperado”.

Para realizar o cadastramento de forma presencial é necessário ir a um posto de saúde portando RG ou certidão de nascimento; CPF ou cartão SUS e o comprovante de residência em nome do usuário ou de algum parente de primeiro grau. UPAs não realizam o cadastro.

O recadastramento pode ser realizado pelo site do programa. Clique aqui para ser redirecionado.

Confira a entrevista completa:

Foto: Reprodução

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X