Digite sua busca

 

 

Agenda Bahia Notícias Notícias em destaque Pandemia Salvador

Prefeitura de Salvador avaliará realização de Réveillon e Carnaval em novembro

O prefeito Bruno Reis (DEM) declarou que este mês de outubro está sendo decisivo para a tomada de decisão sobre a realização de festas no Réveillon e o Carnaval. Com os números de infectados em queda e a baixa de internações por Covid-19, além do avanço na vacinação, a discussão sobre os festejos ocorrerá, provavelmente, de forma positiva em novembro, com a presença, inclusive, do Governo do Estado. As informações foram dadas pelo gestor durante entrevista ocorrida na manhã desta quinta-feira (21), em inauguração da Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Matos, no Rio Vermelho.

“A expectativa é no mês de novembro tomar essa decisão, em relação a realização do Réveillon e do Carnaval. (…) Hoje estamos com quase 99% da população com 1ª dose, 65% da população alvo com a 2ª dose. Já vacinamos mais 135 mil pessoas com a dose de reforço, portanto, estamos antecipando a aplicação da Pfizer e da Oxford. Somos a capital mais eficiente do Brasil em relação a aplicação de vacinas. Não há mais o que o prefeito fazer em relação a vacina”, declarou Bruno.

A secretária Municipal de Saúde do Estado da Bahia, Tereza Paim, também estava presente na entrevista e declarou que, apesar dos preparativos, é necessário ainda ter bastante cuidado com a pandemia. “Não conseguimos vacinar mais de 80% da população alvo, existem ainda as tratativas no planeta em relação a vacinação de pessoas menores de 12 anos, então esperamos que, pelo menos até novembro, a gente consiga ter esse público alvo mais de 80% vacinado. A gente entende a necessidade desses eventos como forma de uma renda mínima à população, esse é o nosso alvo verdadeiro, mas temos que ter cautela”, afirmou, acrescentando que Salvador não vai abandonar o uso da máscara e pregando a permanência do distanciamento e a higiene.

Mesmo com um cenário positivo, as festas mais esperadas pelos soteropolitanos ainda são questões de incerteza para a prefeitura. O próprio prefeito declarou que existe a possibilidade de os eventos não ocorrerem, mas deixou claro: “Se não ocorrer, é porque não houve condições sanitárias”.

“O Réveillon está pronto, com grade definida. Carnaval também já está todo planejado. Já realizei as licitações, os contratos estão aptos, mas como sempre tenho dito, não criem expectativa, não quero passar uma falsa sensação de que nós estamos livres da pandemia, porque nós não estamos. No momento certo vamos fazer anúncios”, finalizou Bruno Reis.

O Réveillon já possui datas definidas, com cinco dias de festa: de 29 de dezembro até 2 de janeiro.

Foto: Max Haack/Secom

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143