Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque Salvador

Prefeitura interdita 28 estabelecimentos no último fim de semana

28 estabelecimentos, entre bares, restaurantes e lojas, foram interditados em Salvador no último fim de semana. A medida ocorre devido ao decreto municipal preventiva contra o avanço da pandemia do novo coronavírus.

A força-tarefa visitou 730 espaços comerciais da cidade no sábado (28) e no domingo (29). No primeiro dia, 21 locais foram interditados e cinco alvarás de funcionamento foram cassados. Já no outro dia, foram sete os estabelecimentos interditados, sendo cinco bares e restaurantes localizados em Mata Escura, Arenoso, Cabula VI e Brotas e duas lojas de conveniência de postos de combustíveis, na Avenida Luiz Viana Filho (Paralela) e no bairro de São Caetano. Dois alvarás foram cassados.

Entre 18 e 29 de março, 3.539 estabelecimentos da capital baiana foram fiscalizados: 1.885 bares e restaurantes, 508 academias, 483 instituições de ensinos (faculdades, cursos, escolas, creche), 264 templos religiosos, 17 casas de eventos, três cinemas, um parque infantil, 80 shoppings/centros comerciais, 19 call centers, 19 obras, 112 clínicas de estética e salão de beleza, 28 supermercados e 79 lojas em comércio de rua, com área superior a 200 metros quadrados.

No total, 85 espaços foram interditados, sendo 18 instituições de ensino, 27 lojas, um shopping, 20 bares/restaurantes, uma clínica, sete salões de beleza/barbearia, uma delicatessen, três lojas de conveniência de posto de combustível, quatro depósitos de bebidas, além de três obras.

Para denunciar estabelecimentos que desobedecem aos decretos, é possível ligar para o telefone 160 ou alertar a situação pelo site falasalvador.ba.gov.br. Além disso, outra alternativa é se manifestar pelo e-mail [email protected] ou, ainda, pelo [email protected]

Foto: Max Haack/Secom

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X