Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque Pandemia Salvador SAÚDE

Prefeitura realiza recadastramento de jovens entre 12 e 17 anos para vacinação

Salvador dá mais um passo no planejamento da campanha de vacinação contra a Covid-19. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) já realiza o recadastramento de adolescentes entre 12 e 17 anos que residem na cidade. A lista subsidiará a gestão municipal no planejamento da imunização desse grupo assim que o governo federal, em pactuação com a Comissão Intergestores Bipartite (CIB), habilitar o público para estratégia.

Os adolescentes que já fizeram o recadastramento do SUS não precisam refazer o processo, pois serão introduzidos automaticamente na lista de habilitados para vacinação. Quem ainda não fez a atualização cadastral, pode realizar o processo de forma on-line, no site www.recadastramento.saude.salvador.ba.gov.br, ou presencialmente nas 155 unidades básicas da rede municipal.

Aqueles que tiverem o cartão SUS vinculado a outro município ou que necessitem emitir a 1ª via do documento deverão realizar o serviço presencialmente nas Prefeituras-Bairros, mediante agendamento prévio pelo site horamarcada.salvador.ba.gov.br. Os interessados deverão apresentar um comprovante de residência atualizado no nome do titular do cartão SUS ou dos pais, além de um documento de identificação com foto. A atualização da situação cadastral é obrigatória para ter acesso à primeira dose da vacina contra Covid-19 em Salvador.

Apelo – Na capital baiana, atualmente, a população com idade igual ou superior a 21 anos está elegível para o processo – no entanto, um universo de 142 mil pessoas a partir dessa faixa etária ou não concluíram o esquema de imunização ou sequer tomaram a primeira dose.

O prefeito Bruno Reis fez um apelo para que todos os cidadãos aptos para receber as aplicações compareçam a um dos pontos de vacinação da cidade. “Se todos tivessem ido se vacinar, com certeza, iríamos vencer essa guerra numa rapidez maior. Há 96 mil pessoas, acima de 21 anos, que não foram tomar a primeira dose, e 46 mil pessoas que não foram tomar a segunda dose. Em outros lugares do mundo, a pandemia continua avançando justamente nessas pessoas que não se imunizaram. E aí o que os prefeitos e gestores estão tendo que fazer é adotar medidas de isolamento social. Isso penaliza a todos. Essas 142 mil pessoas precisam ter compromisso com si próprio e com os outros”, alertou.

A capital baiana, acrescentou o chefe do Executivo municipal, tem hoje 86% da população alcançada com a primeira dose e 37% totalmente imunizada. O retorno de grandes eventos e festas populares na cidade, a exemplo do Réveillon, Festa do Bonfim e Carnaval, no entanto, ficará condicionado à proteção de todos os cidadãos por meio da vacina.

Ele destacou, ainda, que a Prefeitura tem empregado diversos esforços para acelerar a vacinação contra a Covid-19. Uma das ações envolve, por exemplo, a realização de busca ativa feita por agentes comunitários de saúde para localizar os cidadãos que estão habilitados para receber o imunizante.

Foto: Venilton Küchler/SESA

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143