Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Salvador

Prefeitura vai exigir 2ª dose para acesso ao Réveillon e Carnaval, afirma Bruno Reis

O prefeito Bruno Reis (DEM) afirmou que, caso o Réveillon e o Carnaval aconteçam nos próximos meses, será exigido o certificado de vacinação contra a Covid-19. Ou seja, para ter acesso às festas, será necessário ter concluído o ciclo de imunização com as duas doses ou a dose única.

A confirmação das festas deve acontecer neste mês de outubro, a depender do avanço da vacinação e do impacto da variante Delta na capital. “Eu espero ainda no mês de outubro, dar início a essa discussão do Réveillon e do Carnaval. E vamos exigir, pelo menos, para ter acesso, as duas doses da vacina”, afirmou Bruno nesta segunda-feira (4).

“A festa do Réveillon será em um espaço fechado e para as pessoas terem acesso, terão que ter as duas doses. E no carnaval, a gente coloca as barreiras para fazer as revistas para garantir as restrições das marcas, e, se for possível ser feito carnaval, iremos exigir também a comprovação da vacinação. Esses eventos terão que ter esses protocolos”, explicou.

Além disso, o gestor ressaltou que discorda da posição do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, de não vai exigir nenhum protocolo nos eventos. “Primeiro, o Rio de Janeiro nunca foi parâmetro para as nossas decisões. O Rio durante a pandemia sempre teve uma permissividade muito maior do que a média geral dos outros estados e outras capitais, mas lá o Rio recentemente foi a cidade mais impactada com a variante Delta”, pontuou.

“Eles restabeleceram leitos, tiveram aumento de casos e se o prefeito dá uma mensagem nesse sentido, a própria variante Delta não trouxe as consequências que os cientistas aguardam trazer. Mas eu discordo dele nesse aspecto [de não ter protocolos]”, completou Bruno.

Foto: Divulgação / Secom

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143