Digite sua busca

 

 

Bahia Entrevistas Notícias Notícias em destaque Salvador

Presidente da Desal lamenta roubos de equipamentos em obras: “Vandalização”

Ao passar pelas ruas de Salvador, é possível observar um grande número de obras com sem conclusão. Isto porque, o alto índice de furtos de equipamentos, contribui para o atraso na entrega das construções.

De acordo com a Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), é a subtração de peças estruturantes, tijolos, dutos, madeiras e até a areia usada nas obras.

Em entrevista concedida à Rádio Sociedade na manhã desta terça-feira (28), o presidente da Desal, Virgílio Daltro, diz que apesar da ação ser minoritária, isto acaba atrapalhando no resultado final.

“Cada intervenção negativa desta, de uma pequena parte da população, cria um problema para o cumprimento do cronograma. Isto prejudica os empresários e também para nós que precisamos repor novos valores na planilha deles e justificar”, explica.

Ainda segundo ele, a situação acontece constantemente em diversos locais da cidade e acaba afetando tanto o cofre público, quando o bolso do contribuinte.

“Nós fizemos um levantamento do que eu considero vandalização e chegamos a gastar 40 mil reais por mês em uma determinada obra fruto da ação de vândalos e de pessoas que roubam. O número é considerado alto e atrapalha em uma ação de uma ou outra obra”, ressalta.

Foto: Reprodução

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143