Digite sua busca

 

 

Bahia Bahia Entrevistas Notícias Notícias em destaque Programas Rádio Sociedade

Presidente da Embasa avalia desabastecimento pela chuva; 34 redes municipais foram afetadas pela falta de água

A chuva no sul da Bahia vem causando um rastro de destruição entre as cidades do interior do estado.

Deixando desalojados e desaparecidos, as enchentes também provocaram estragos estruturais, com o rompimento de pontes e linhas de transmissão de água e energia.

Em entrevista a Rádio Sociedade, na manhã desta terça-feira (28), o presidente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Rogério Cedraz, avaliou a situação do desabastecimento e os problemas causados pela chuva.

“Temos vivido um momento complexo, muito triste, onde vemos muita dificuldade e sofrimento para nossa população. A Embasa, assim como toda estrutura do estado, vem trabalhando ininterruptamente em todas as áreas”, pontua.

Ressaltando a dificuldade de acesso a áreas de riscos, de acordo com o gestor, cerca de 34 redes municipais foram afetadas pelo rompimento em adutoras e redes distribuidoras de água.

Entre as cidades com áreas mais críticas, estão Floresta Azul, Jiquiriçá, Mutuípe, afetadas pelas encostas derrubadas pela chuva.

Além dos problemas causados diretamente, o gestor também aponta os prejuízos causados pela falta de energia nos municípios. “Assim como tivemos os problemas com as adutoras, a Coelba também encontrou prejuízos. Temos um pacote de problemas amplos a serem resolvidos. Problemas de energia, de áreas submersas”, explica.

Conforme a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas no interior baiano são resultado da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS). Ainda segundo a organização, a previsão para está terça-feira é de de tempo nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas.

Foto: Isac Nóbrega/PR

Tags:

Leia também