Digite sua busca

 

 

Sem categoria

Presidente do PTB/BA revela que o partido se organiza para receber Jair Bolsonaro na sigla

Após o anúncio da saída da Taissa Gama – filha do ex-deputado Benito Gama – do PTB, o presidente da legenda na Bahia, Gean Prates, revelou para o Sociedade Online, que o partido segue uma reformulação nos seus quadros, e que a convivência dos Gama na sigla era insustentável.

“A permanência de Taissa Gama e Benito Gama no PTB era insustentável, por causa dos acontecimentos que culminaram com a dissolução estatutária do PTB/Bahia devido aos desmandos praticados pela ‘trupe’”, disparou Prates em tom bastante incisivo.

Fontes ligadas ao Sociedade Online, dão conta de que a reformulação no Partido Trabalhista Brasileiro, seria para convencer o Jair Bolsonaro a se filiar à sigla, que conta com a liderança nacional de Roberto Jeferson, um dos principais apoiadores políticos do presidente da República. Gean Prates, respaldou essa informação revelando que houve antecipação da convenção nacional do partido para preparar a possível filiação.

“No dia 18 de novembro, três dias após as eleições do primeiro turno, o PTB promoveu a antecipação da sua convenção nacional, justamente para expurgar o partido desses que não tem compromisso com a legenda, para evitar que placas como as protagonizadas pelo PTB em gestões passadas, prosperem a nível de Brasil. E com isso estamos preparando o partido para uma eventual vinda do presidente [Jair Bolsonaro], ou para marcharmos junto com ele. Porque estatutariamente, aprovado em assembleia, é política do partido o apoio à reeleição do presidente Bolsonaro”, revelou.

O Aliança pelo Brasil, partido idealizado pelo presidente Jair Bolsonaro, encontra dificuldade para o seu registro junto à Justiça Eleitoral, porque a legenda não conseguiu assinaturas o suficiente. Sendo assim, o PTB se fortalece a cada dia como nova sigla do Bolsonarismo. A prova disso são as últimas resoluções dos dirigentes que firmaram, em convenção, adesão ao conservadorismo como ideologia política e afastamento de coligações que são opositoras ao Governo Federal, conforme revela Prates.

“O PTB é um partido conservador e, como tal, aprovou no dia 4 de setembro de 2020, uma resolução que proibia o apoio e coligações do PTB à partidos que compõem o Foro de São Paulo [organização que reúne partidos políticos e organizações de esquerda] e ao DEM e PSDB”, disse.

O presidente Bolsonaro já integrou a bancada do Partido Trabalhista Brasileiro de 2003 a 2005, como deputado federal. Se o seu retorno se concretizar, ele deve assumir o protagonismo da legenda ao lado do Roberto Jefferson, ex-deputado federal e atual presidente nacional da sigla.

LEIA MAIS:

PTB baiano contraria executiva nacional e decide apoiar Bruno Reis

“Eu lamento muito este tipo de postura na política”, desabafou João Roma sobre declaração de Roberto Jefferson

Roberto Jefferson em rota de colisão com o PTB/BA: “O Benito Gama faz o papel de capacho do ACM Neto”

[Podcast]: Roberto Jefferson detona Benito Gama: “uma mistura de cobra com jacaré, não vale nada”

ACM Neto abre portas para Benito e rebate Roberto Jefferson: “não está num momento centrado”

“Estou com Bruno Reis, eu e os candidatos do PTB”, declara Benito, contrariando posicionamento de Roberto Jefferson

“O coração de Benito sempre bateu pelo DEM”, dispara Gean Prates

Benito Gama perde ‘briga’ com Roberto Jefferson e deixa a presidência do PTB na Bahia

“Benito é um quadro importante para 2022; qual voto Roberto Jefferson tem em Salvador?”, dispara ACM Neto

Taíssa Gama anuncia saída do PTB e afirma que decisão tem “caráter irrevogável”

Capa: Luiz Henrique | Sociedade Online


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143