Digite sua busca

 

 

Bahia Brasil Notícias Notícias em destaque Pandemia SAÚDE

Prevenção contra o câncer de mama e do colo de útero tem queda durante pandemia

Com a pandemia do coronavirus, o medo do contágio da Covid-19 acabou afastando as mulheres das consultas e exames periódicos. A ausência desta prevenção acabou ocasionando o aumento do diagnóstico de doenças silenciosas como o câncer.

Por conta do isolamento, o número de cancelamento e reagendamento das consultas e exames cresceram muito. Segundo dados do Ministério da Saúde, houve uma redução de 23.4% na realização de mamografias e biópsias de colo uterino (um dos tipos mais comuns de exames para detectar estes cânceres).  

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama e o câncer de colo do útero estão na lista dos que mais afetam as mulheres brasileiras, e, no último ano, cerca de 82.800 mulheres desenvolveram essas neoplasias. Deste total, 24860 desconhecem a presença da doença.

Em entrevista realizada na manhã desta segunda-feira (12), no programa Balanço Geral da Rádio Sociedade, o médico André Bouza alertou sobre a Campanha Julho Verde, que busca conscientizar sobre a importância de um diagnóstico precoce.

“Esta campanha é de conscientização. Ao contrário do Outubro Rosa, ela busca trazer uma conscientização sobre todo tipo de câncer que envolve a mulher, seja o câncer de mama, de colo uterino que é altamente prevenível com o exame Papanicolau. É um exame que infelizmente teve uma diminuição da procura de quase 50% aqui na Bahia no último ano por conta da pandemia e que infelizmente vai gerar tumores que são preveníveis e que vão aparecer em caráter mais avançado”, frisou.

CÂNCER DE MAMA

O câncer de mama é causado pela multiplicação desordenada das células mamárias que acabam formando um tumor.  Este tipo de câncer pode se desenvolver de diversos tipos, desta forma, a evolução pode ser de formas diferentes. A doença pode ser hereditária e, apesar de raro, também pode acometer os homens.

SINTOMAS:

  • Alterações na aparência do bico do seio, inclusive com mudança de cor ou saída de líquido anormal pelo bico do seio, como sangue ou pus.
  • Caroço fixo e, geralmente, indolor, localizado no tecido da mama ou em áreas próximas, como as axilas e até mesmo o pescoço e a clavícula;
  • Mudança no aspecto da pele da mama: ela pode se tornar avermelhada, retraída e desenvolver uma aparência mais esburacada, como a casca de uma laranja e

TRATAMENTO:

O tratamento deste tipo de câncer varia de acordo com o estágio de evolução da doença que varia de 0 ao 4. Desta forma, a depender do grau da doença, é possível fazer a retirada parcial ou total de uma ou de ambas as mamas, a realização de quimioterapia, radioterapia e hormonioterapia além da reconstrução das mamas, retirada do nódulo, por exemplo.

CÃNCER DE COLO DO ÚTERO

Também conhecido com câncer cervical, este tipo de câncer é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano – HPV (chamados de tipos oncogênicos, ou seja, que possui ligação comprovada entre a infecção e o câncer).

Apesar de não causar a doença na maioria das vezes, este tipo de infecção é muito frequente. Porém, existem casos em que a modificação das células podem evoluir para o câncer.

Para um diagnóstico prévio, é possível realizar o exame preventivo, também chamado de Papanicolau, com isso, é importante a realização constante deste exame. A vacinação contra HPV em meninas ( com idade entre 9 a 13 anos) e meninos (de 11 a 14 anos) antes da vida sexual ativa ajuda a evitar a evitar a transmissão deste tipo de câncer.

SINTOMAS:

  • Sangramento vaginal anormal;
  • Sangramento e dor após a relação sexual;
  • Menstruação mais longa que o comum;
  • Dor abdominal;
  • Secreção vaginal anormal, acompanhada ou não de sangue.


TRATAMENTO:

O tratamento do câncer de colo do útero pode ser através de cirurgia, quimioterapia e radioterapia, podendo variar de acordo com o estágio da doença.

Foto: AFP / Arquivo


Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143