Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Polícia Salvador

Professora é intimada pela polícia após denúncia de aluna em Salvador

A polícia intimou uma professora de Filosofia do Colégio Estadual Thales de Azevedo para prestar esclarecimentos sobre sua postura em sala de aula, sob a alegação de ensinar “conteúdos esquerdistas”.

A intimação foi motivada por um boletim de ocorrência registrado por uma aluna e sua mãe na Delegacia de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derrca).

O Sindicato dos Professores (APLB) informou que o motivo do BO seria pela professora discutir temas como questões de gênero, racismo, assédio, machismo e diversidade em sala de aula. Ainda segundo a APLB, dois episódios marcam a perseguição aos professores da unidade escolar.

Após receber a intimação na última terça-feira (16), a professora ficou muito abalada emocionalmente e teve que receber atendimento médico.

Em nota, o sindicato disse: “No mês de agosto foi realizado um seminário online pela escola e após o evento um grupo de estudantes e seus responsáveis expediram uma nota atacando os professores e palestrantes. Em outra ocasião, durante uma aula remota da disciplina de Inglês, a mãe de uma estudante, a mesma que deu entrada na queixa contra a professora de Filosofia, invadiu o espaço da aula online para inquirir e exigir explicações sobre a temática, que segundo ela seria inadequada por se tratar de feminismo”.

A equipe que gerencia a escola, disse, também em nota, que “as alegações são de que os conteúdos de Ciências Humanas são de “cunho esquerdista” e os de Linguagens são de “doutrinação feminista”.

Além disso, a instituição de ensino repudiou a situação e afirmou que a intimação policial fere “a liberdade de cátedra e autonomia pedagógica, princípios constitucionais fundamentais”. Ademais, escola disse que a intimação também “viola o direito profissional e o respeito ao trabalho docente em disposições da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei nº9.394) e do Plano Nacional de Educação (Lei nº13.005)”.

A unidade escolar também pede apoio de entidades e movimentos sociais para garantir a autonomia pedagógica.

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143