Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Salvador SAÚDE

Profissionais do Hospital do Subúrbio participam de ação educativa no Dia Mundial de Higiene das Mãos

No Dia Mundial de Higiene das Mãos, 05 de maio, o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do Hospital do Subúrbio (HS) realizou ação educativa para comemorar a data e reforçar conceitos e práticas voltadas à prevenção e redução de infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS), chamando a atenção para um ato simples: a higienização das mãos.

Profissionais do hospital participaram de um jogo de perguntas e respostas sobre o tema, no qual dois times se enfrentavam. As equipes foram nomeadas Gram + e Gram – , em uma alusão a tipos de bactérias (Gram-positivas e Gram-negativas). A cada resposta errada de algum jogador, o time oposto borrifava tinta em suas mãos, o que o obrigava a higienizá-la, sendo lembrado da importância da lavagem correta. Os times vencedores levaram prêmios relacionados ao cuidado com as mãos.

“O objetivo do evento foi conscientizar os colaboradores sobre a prática de higiene das mãos, promovendo-o na data em que se comemora o Dia Mundial da Higienização das Mãos. Sabemos que a segurança do paciente se inicia pelas mãos. Trata-se de uma medida menos dispendiosa e efetiva, quando feita da forma correta, para prevenir infecção relacionada à assistência à saúde”, explicou Lorena Barros, enfermeira do SCIH.

A participação dos profissionais do hospital e o elevado grau de conhecimento demonstrado nas respostas foram apontados pela enfermeira Paula Luz, também do SCIH. “As pessoas estavam a par dos procedimentos, com poucas dúvidas. Focamos nas diversas temáticas que abrangem a higiene das mãos, a exemplo dos cinco momentos determinados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em que o profissional de saúde deve realizá-la, além da questão envolvendo o uso de adornos”, pontuou Paula. Os cinco momentos para a higiene das mãos, segundo a OMS, são: antes de tocar o paciente; antes de realizar qualquer procedimento no paciente; após risco de exposição a fluidos corporais; após tocar o paciente; e após contato com superfícies próximas ao paciente.

Foto: Divulgação/Sesab

Tags:

Leia também