Digite sua busca

 

 

Brasil Mundo Notícias em destaque Política

“Quando acabar a saliva, tem que ter pólvora”, diz Bolsonaro em resposta a Biden

O presidente Jair Bolsonaro elevou o tom em defesa à autonomia brasileira sobre a floresta amazônica e sugeriu o uso da força, caso outros países imponham qualquer tipo de barreira econômica contra o desmatamento na região. Nesta terça-feira,(10) mais de um mês depois da afirmação original, Bolsonaro voltou a responder ao presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, a quem tratou como candidato.

“Assistimos há pouco um grande candidato a chefia de Estado dizendo que, se eu não apagar o fogo da Amazônia, ele vai levantar barreiras comerciais contra o Brasil”, afirmou o chefe do executivo brasileiro.”Apenas diplomacia não dá. Quando acabar a saliva, tem que ter pólvora, senão não funciona. Precisa nem usar a pólvora, mas tem que saber que tem. Esse é o mundo”, completou o presidente, em tom incisivo.

Durante o primeiro debate a Casa Branca, no final de setembro, o democrata Biden anunciou o plano de levantar US$ 20 bilhões para ações de proteção, lembrou da importância da floresta amazônica para o o mundo e ressaltou que se ainda assim ela continuasse sendo devastada poderia impor sanções comerciais ao Brasil.

Entre os principais países do mundo, apenas Brasil, China e Rússia não reconheceram a vitória do democrata Joe biden sobre o republicano Donald Trump na disputa pela Casa Branca.

Foto: Divulgação.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X