Digite sua busca

 

 

ECBAHIA Notícias Notícias em destaque

Ramírez diz que ficou surpreso com titularidade e diz que não pensa mais na acusação de injúria racial

Titular nas últimas partidas do Bahia no Campeonato Brasileiro da Série A, o meia colombiano Juan Pablo Ramírez, falou como foi encarar a titularidade na equipe Tricolor com tão pouco tempo após a sua chegada. O jogador foi anunciado pelo time baiano no dia 9 de dezembro, para reforçar o meio campo da equipe.

“Não esperava que seria tão rápido ser titular. Cheguei e rápido coloquei na cabeça de fazer as coisas bem para ajudar o clube. Graças a Deus estou bem e espero continuar ajudando o clube. Queremos sempre colocar a equipe na frente”, disse.

Ramírez ainda citou o atual momento no Bahia no Brasileirão. “Acredito que tem muitas partidas que não conseguimos os três pontos, mas temos que seguir trabalhando. O futebol é assim. Temos que seguir nos preparando bem e buscar somar os três pontos para sair da zona de rebaixamento, que é o mais importante nesse momento”, projetou.

Já em relação a acusação de injúria racial, em que o mesmo foi acusado pelo meia Gerson do Flamengo, de ter falado “Cala a boca, negro”, se referindo ao jogador do time carioca, Ramírez afirmou que não pensa mais no caso.

“Não penso mais nesse tema. Estou tranquilo, quero jogar. Como disse antes, vim para o Brasil para jogar, para mostrar meu bom futebol. Para ser reconhecido por minhas boas atuações, e não pelo que é dito por aí”, finalizou.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, no Rio de Janeiro, além da procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O Bahia só volta à campo no próximo dia 20 de janeiro, para enfrentar a equipe do Athletico-PR, na Arena Fonte Nova, pela 31ª rodada da Série A.

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Tags:

Leia também