Digite sua busca

 

 

Entretenimento Música Notícias Notícias em destaque

Rapper de Salvador lança primeiro disco solo neste sábado (18)

O rapper baiano Gold CBX vai lançar o seu primeiro disco solo, intitulado “No momento em que eu desisti”, pelo selo Reza, neste sábado (18), em primeira mão, no YouTube. Na sequência, será lançado em todas as plataformas digitais: Spotify, Deezer, YouTube Music, Amazon Music, Tidal, SoundClound e Apple Music.

O novo trabalho de Gold CBX, no estilo Boom Bap, terá seis faixas. O produtor e beatmaker Victor Haggar assina a mixagem e masterização do álbum, que também conta com a participação do beatmaker baiano Jumar Paralelo.

Ao apertar o play no álbum, na sequência de músicas, que inicia com ‘O jogo’ e passa por ‘No momento em que eu desisti’, ‘Pensamento leve’, Vivência’, ‘Reaja’, ‘Última letra’ até chegar a última, nomeada de “A caminhada’, Gold CBX leva o ouvinte a um verdadeiro passeio pelo universo do rap.

Com uma mescla de estilos e uma voz rouca marcante, as seis músicas parecem se tornar apenas uma, com tamanha conexão e sinergia entre elas. Os sentimos vão do ódio à calmaria, do desacreditar ao renascer, como uma fênix.

Gold CBX

Baiano, nascido e criado no bairro do Uruguai, na Cidade Baixa de Salvador, um dos berços do rap no estado, Gold CBX, de 38 anos, já labuta na cena desde o ano 2000. De lá pra cá, já integrou bancas como a Família 2 mil graus (2004) e Maus Elementos (2015 a 2017), na qual participou com duas faixas da Mix Tape “Eles não vão perdoar”.

Gold então resolveu lançar sua carreira solo e, ao longo dos anos, disparou alguns singles, como “Reaja”, “A Bruxa tá solta”, “Respeito” e “O Jogo”. Mas com a pandemia e a decepção com a cena alternativa local, o rapper aproveitou para resgatar composições antigas, escritas em um momento de dilema e questionamentos na carreira, aliadas a toda experiência e maturidade acumulada ao longo dos anos. E assim surgiu “No Momento em que Eu Desisti”.

“No EP, eu falo um pouco sobre o momento em que eu me indignei com as coisas que estavam acontecendo com a cena, e não estava mais a fim de fazer rap, tá ligado?! Mas ao mesmo tempo, eu não podia me dar ao luxo de parar, porque a missão é maior do que qualquer percalço que aconteceu e que virá a acontecer no caminho. É uma coisa meio filosófica, íntima. Eu tô fazendo ‘No Momento Em Que Eu Desisti’, mas na verdade não é o fim, não poderia ser. Esse é o começo de um novo processo”, explicou Gold CBX.

“Esse EP vem com músicas que já estavam escritas desde 2016 e 2017. A maior parte das composições já estava escrita. Mas mesmo com o passar dos anos, elas continuam atuais, falam muito do que acontece hoje. Isso mostra um pouco de como a minha cabeça funciona, de como vejo as coisas. Sempre tento olhar além do horizonte, além dos muros”, completou o rapper.

Além do EP “No momento em que eu desisti”, Gold CBX também já tem presença garantida nos projetos cypher “Fogo nos racistas 3” e na coletânea “Vozes do Anonimato”, que reúne MCs de todo o Brasil. Os dois projetos foram lançados neste mês de dezembro deste ano.

Foto: Rafael Tiago Nunes/Habemus Comunicação

Tags:

Leia também