Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque Salvador

Reabertura das atividades econômicas serão condicionadas à utilização dos leitos de UTIs

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta terça-feira (7), o Governador do Estado, Rui Costa, e o Prefeito de Salvador, ACM Neto, anunciaram os protocolos para a reabertura gradual das atividades econômicas na capital baiana. A reabertura contará com três fases, que serão ativadas de acordo com a redução da ocupação de leitos de UTI exclusivos da covid-19.

O plano de retomada da atividade econômica conta com três fases, cada uma com um protocolo específico. Na primeira fase, que será ativada com 75% de ocupação dos leitos de UTI, será permitida a abertura de shoppings, centro comerciais, comércio de rua acima de 200 m², templos religiosos e drive in. Algumas atividades como escolas, futebol, parques públicos, praias e demais espaços públicos contarão com critérios específicos.

Na fase 2, que será ativada com a estabilização de 70% de ocupação dos leitos de UTI, serão permitidos a abertura de: academias de ginástica e similares; barbearias, salões de beleza e similares; centros culturais, museus e galerias de arte; lanchonetes, bares e restaurantes; etapa 2 das atividades da fase 1.

Já na fase 3, que será ativada com 60% do uso dos leitos de UTI, serão permitidos: parques públicos e temáticos; teatros cinemas e demais casas de espetáculo; clubes sociais, recreativos e esportivos; centro de eventos e convenções.

Atualmente, a capital baiana conta com 625 leitos de UTI exclusivos para a covid-19, destes, 497 estão ocupados (79,5%). Os números de internações permanecem estáveis nos últimos 14 dias. Uma das medidas anunciadas é a criação de 75 novos leitos de UTI Covid-19 em Salvador.

Foto: Reprodução

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X