Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Notícias em destaque Salvador Serviço

Região Metropolitana de Salvador amanhece sem ônibus nesta quinta-feira (17)

Para quem utiliza o transporte público na Região Metropolitana de Salvador (RMS), foi surpreendido com a falta de ônibus na manhã desta quinta-feira (17), isso porque os rodoviários estão realizando um protesto de 24 horas.

Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários Metropolitanos (Sindimetro), Walter Ferreira, o protesto está relacionado a campanha salarial e a empresa Bahia Transportes Metropolitanos (BTM), que vem enfrentando dificuldades financeiras.

O sindicato defende que a empresa que vai assumir as linhas da BTM absorva todos os trabalhadores da empresa.

Ainda de acordo com Walter Ferreira, a orientação é de paralisação das linhas de todas as empresas da base do Sindicato. Com isso, além de Lauro de Freitas, a paralisação atinge também as cidades de Camaçari, Simões Filho, Candeias e Pojuca.

O protesto que envolve seis empresas de ônibus, causa transtornos aos trabalhadores que tentam se deslocar na Estação Aeroporto a destinos como: Lauro de Freitas, Arembepe, Jauá, Vilas do Atlântico, Camaçari, Praia do Forte e entre outras regiões.

As seis empresas são: Nova Aviação, Atlântico Transporte, Asa Bela, Avanço, Costa Verde e a Expresso Vitória. Além de Salvador, a BTM atende também as cidades de Lauro de Freitas e Camaçari. Já as outras seis empresas atendem também: Candeias, Madre de Deus, Simões Filho, Mata de São João e Pojuca.

As viagens na região estão comprometidas desde a segunda-feira (14), quando os ônibus da BTM pararam de operar por falta de combustível.

Os passageiros estão recorrendo ao sistema complementar, carros particulares, transporte clandestino e aos motoristas por aplicativos.

Em nota a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), afirma que tem mantido dialogo com as empresas e com o Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Rodoviário Metropolitano e que não houve aviso prévio sobre a paralisação dos rodoviários metropolitanos.

Leia a nota:

A Agerba tem mantido aberto o diálogo com as empresas, bem como com o Sindicado dos Trabalhadores do sistema Rodoviário Metropolitano. Apesar disso, não houve prévio aviso sobre a paralisação da manhã desta quinta-feira (17). A diretoria da Agerba está se reunindo para elaborar um plano emergencial, com o intuito de reduzir os danos causados à população.

Confira mais fotos

Fotos: Antônia Fernanda / Rádio Sociedade

Tags:

Leia também