Digite sua busca

 

 

Cidades Economia Notícias em destaque

Rio de Janeiro permite abertura de parte do comercio a partir desta sexta-feira

A cidade do Rio de Janeiro permitiu, através de decreto assinado pelo prefeito Marcelo Crivella, a reabertura de mais uma parte do comercio a partir desta sexta-feira (27).

A intenção, segundo o prefeito, é permitir que os clientes comprem produtos básicos e fomentar a economia da indústria. Apesar do decreto, Crivella reforçou o apelo para que as pessoas fiquem em casa.

“Os próximos 15 dias têm que ser de absoluto, sagrado, religioso isolamento. É o que tenho ouvido de professores, infectologistas, minha secretária de saúde, diretores de hospital. Os próximos 15 dias é todo mundo em casa”, declarou.

Em entrevista ao G1, o epidemiologista da UFRJ, Roberto Medronho, ressaltou os perigos de decisões de afrouxamento do isolamento social.

“Porque teremos mais à frente uma epidemia com mais mortes e também uma crise econômica”, disse. “Reconhecemos o impacto econômico que isso traz, mas agora temos que salvar vidas. Precisamos que os governantes, em especial o governo federal, invistam em medidas para mitigar o efeito econômico, especialmente nas classes menos favorecidas”, completou.

Confira abaixo os estabelecimentos que estão liberados para funcionar:

lojas de conveniência;
de material de construção;
mercearias;
aviários;
depósitos;
comércio de insumos agrícolas;
comércio de gás liquefeito de petróleo;
mercados;
hortifrutis;
padarias e confeitarias;
açougues;
peixarias;
distribuidoras;
transportadoras;
postos de combustível;
lojas de medicamentos veterinários, alimentos e produtos de uso animal.

Foto: Reprodução

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X