Digite sua busca

 

 

Destaque Notícias Notícias em destaque Política

Roberto Jefferson desafia Rui Costa a enfrentar Jair Bolsonaro na eleição presidencial em 2022

O ex-deputado federal e presidente do PTB, Roberto Jefferson, tem demonstrado interesse em fincar a bandeira do conservadorismo político em solo baiano. A prova dessa pretensão está nas constantes vindas do cacique petebista à Bahia, e reformulação da sigla no estado, tendo como primeiro ato a destituição do ex-deputado Benito Gama do cargo de presidente do PTB baiano.

Diante da polarização na política no estado, entre PT e Democratas, que representam a esquerda e o centro, respectivamente, Jefferson vê uma oportunidade de criar uma terceira via, lançando a candidatura de um represente da direita conservadora.

“De um lado você tem o ACM Neto, o “Netinho da vovó”, e do outro lado vai ter a candidatura do PT, que pode ter o Jaques Wagner voltando, ou alguém que o Rui Costa vai indicar. O PTB não fica com um nem com outro. Nós construiremos uma terceira via para reconstruir a força e a confiança do eleitor conservador de direita da Bahia. O PTB vai ter uma candidatura própria para enfrentar tanto ‘Netinho’ [ACM Neto], quanto o candidato do Rui [Costa]”, disse.

Roberto Jefferson é um dos principais aliados do governo Bolsonaro e responsável pela mudança ideológica do PTB que – de forma estatutária – se posiciona em defesa de pautas conservadoras. Daí é possível entender o seu movimento de articulação política e oposição aos gestores ligados a partidos de esquerda. Um dos principais alvos do Jefferson é o governador da Bahia, Rui Costa, que ele desafia a lançar uma candidatura para enfrentar o atual presidente da república na próxima eleição.

“Agora para 2022 não há nomes para disputar a eleição contra o presidente [Jair] Messias Bolsonaro. Quem será o candidato? Não tem nome. Tomara que venha o Lula para a gente enterrar de cabeça para baixo de uma vez, com essa fraude, com essa farsa que é o Lula. Por que é que o Rui Costa não sai candidato a presidente da república, já que ele está terminando dois mandatos de governo na Bahia?”, alfinetou.

“Ô Rui, ô Rui! Sai candidato contra o Bolsonaro e vamos ver quantos votos você vai ter com sua proposta e com o seu partido. Eu aposto que é 3 por 1 a sua derrota frente ao presidente Bolsonaro”, completou em tom sarcástico.

Capa: Luiz Henrique / Sociedade Online