Digite sua busca

 

 

Brasil Justiça Notícias Notícias em destaque Política

Roberto Jefferson protocola pedido de impeachment contra Alexandre de Moraes

No inicio desta semana o PTB protocolou um pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. A denúncia e o pedido de afastamento do magistrado, foram assinadas por Roberto Jefferson, que é o presidente nacional da sigla.

Jefferson concedeu uma entrevista ao SociedadeOnline nesta sexta-feira (5), onde citou os argumentos para a realização da denúncia. O presidente do PTB chegou a falar que Moraes teria exercido atividade político-partidária, além de ter se reunido com o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) e o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que antes eram presidentes das Casas legislativas.

“São crimes de responsabilidade dos ministros do STF exercer atividades políticas partidárias. O ministro Alexandre Moraes, realizou essa atividade quando recebeu em seu apartamento, o Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, para que os três pudessem escolher em conjunto os futuros presidentes da Câmara e do Senado. Isso está totalmente fora da competência do ministro”, afirmou.

Outro motivo, foi o crime de responsabilidade do ministro, em que o mesmo procedeu de modo incompatível com a honra e sua dignidade e decoro de suas funções. Esse processo de Fake News, é pior que os atos institucionais da revolução de 1964. Naquela época vivíamos em um regime revolucionário. Alexandre de Moraes instaurou inquéritos, deu uma de delegado, promotor de justiça e até de juiz. Concentra todos os poderes em suas mãos, quando a constituição partilha cada ato”, concluiu.

A solicitação do PTB já chegou ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que foi eleito nesta semana para liderar a Casa.

“Com esses atos, fizemos esse pedido de impeachment ao novo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para que nós possamos fazer fluir, esse pedido de afastamento preliminar e cassação do ministro Alexandre Moraes, que infelizmente foi nomeado para o STF”, finalizou Roberto Jefferson.

Reportagem: Rogério Alves

Foto: Reprodução/Redes sociais

Tags: