Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Salvador

Rodoviários fazem paralisação e ônibus param de circular em Salvador

Cobrando os direitos dos funcionários que eram ligados ao antigo Consórcio Salvador Norte (CSN), os funcionários do transporte público de Salvador fazem uma paralisação, na manhã desta quinta-feira (20). De nove garagens na capital baiana, duas estão paralisadas e sete funcionam normalmente.

A paralisação acontece nas garagens da empresa Plataforma, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, e OTTrans, em Campinas de Pirajá. O vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Fabio Primo, disse que houve um descumprimento de acordos feitos pela gestão municipal e pelas empresas dos coletivos.

Primo disse ainda que alguns trabalhadores não receberam as rescisões, nem o 13º salário proporcional. Além disso, segundo ele, as licenças-maternidade de seis gestantes que estavam no REDA já tiveram parecer favorável da procuradoria do município, mas o secretário de Gestão Thiago Dantas, não despacha para que as gestantes recebam.

Ainda de acordo com ele, o Sindicato tentou contato com a Secretaria de Mobilidade (Semob) e com a Secretaria de Gestão (Semge), no entanto, não obteve retorno.

Protesto na Lapa

Um grupo de rodoviários, demitidos após a extinção da CSN realizou, na última quinta-feira (18), um protesto nas imediações da Estação da Lapa. Os manifestantes cobraram o pagamento de indenização e os direitos trabalhistas.

A Semob informou, na ocasião, que desde o primeiro momento do impasse entre os rodoviários e a empresa CSN, tem atuado para que a situação fosse resolvida o mais breve possível. No entanto, segundo a prefeitura, o pagamento das verbas trabalhistas é de responsabilidade da CSN.

Foto: Cris Canbui / Rádio Sociedade

Tags:

Leia também