Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque Política

Rodrigo Pacheco (DEM) é o candidato de ACM Neto para o comando do Senado

O presidente nacional do Democratas e prefeito de Salvador, ACM Neto, se reúne com lideranças do partido nesta terça-feira (15) em Brasília. O objetivo é traçar o projeto para as eleições à presidência das casas legislativas federais, que acontecem no dia 1º de fevereiro de 2021. Nesta reunião, Neto vai conversar pessoalmente com Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre ambos do DEM, que presidem Câmara dos Deputados e Senado respectivamente. Os líderes devem ‘bater o martelo’ em relação ao lançamento da candidatura do Senador Rodrigo Pacheco, presidente da sigla em Minas Gerais.

“O nome mais forte hoje para disputar o Senado Federal é o do Senador Rodrigo Pacheco do Democratas de Minas, que tem o apoio do presidente Davi Alcolumbre. O nome sendo confirmado, todo esforço do partido será na direção de trabalhar pela eleição do Senador Rodrigo Pacheco no Senado. Falei com o líder da minha bancada na Câmara dos Deputados, Efraim [Filho], como ontem falei três vezes com Rodrigo [Maia] e outras três com Davi Alcolumbre. Ou seja, eu sou presidente do partido e tenho obrigação de participar ativamente dessas articulações, e estou fazendo de maneira pública e transparente”, disse ACM Neto em coletiva à imprensa na manhã de hoje (15).

Com o fortalecimento da candidatura do deputado Arthur Lira (PP-AL), para a presidência da Câmara, com o apoio da base governista e de alguns partidos de centro, o Democratas, que atualmente preside as duas casas, tem como melhor estratégia não lançar candidatura própria na Câmara.

“Hoje, a probabilidade grande é de ter candidato no Senado, o que, é claro, nos faria recuar na Câmara [dos deputados]. Qual é o cenário mais provável? É o Democratas ter candidato à presidência do Senado, sendo o Senador Rodrigo Pacheco, e compor em torno de um nome que não seja do partido [DEM] na Câmara dos Deputados”, revelou ACM Neto, presidente da Executiva Nacional dos Democratas.

Com a decisão de recuar no pleito à presidência da Câmara, a liderança dos Democratas abortaria o plano de lançar a candidatura do deputado baiano Elmar Nacimento (DEM), e apostaria em uma coalisão com partidos coligados para enfrentar o candidato de Jair Bolsonaro. De acordo com fontes ligadas ao Sociedade Online, que circula pelos bastidores de Brasília, os deputados Aguinaldo Ribeiro (Progressistas-PB) e Baleia Rossi (MDB-SP) são os principais nomes analisados nas reuniões.



Texto: Rogério Alves
Foto de capa: Luiz Henrique | Sociedade Online


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143