Digite sua busca

 

 

Brasil Futebol Justiça Notícias Notícias em destaque

Rogério Caboclo desiste de depor e alega parcialidade da Comissão de Ética

O presidente afastado da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Rogério Caboclo, desistiu de dar seu depoimento na sede da entidade. Ele é acusado de cometer assédio sexual e moral contra uma funcionária.

Por meio de nota oficial, Caboclo afirma que “identificou o referido órgão como sendo parcial e arbitrário, por conduzir um processo repleto de vícios e nulidades”.

“Trata-se de um verdadeiro tribunal de exceção, que a toda evidência já possui um pré-julgamento a respeito dos fatos, tendo aplicado a ele um afastamento provisório sem qualquer fundamento regulamentar, estatutário, legal e constitucional, ou seja, sem nenhum poder para tanto. O afastamento do cargo por 90 dias implica, na prática, em uma antecipação de pena”, disse.

Protestos na frente da sede da CBF foram vistos durante o depoimento de Caboclo. Um grupo de manifestantes mostraram cartazes e proferiram ofensas ao presidente da entidade.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143