Digite sua busca

 

 

Bahia Educação Notícias Notícias em destaque Pandemia

Rui Costa anuncia programa social que prevê apoio a famílias de baixa renda

O governador Rui Costa anunciou nesta terça-feira (23), o lançamento do “Programa Estado Solidário”, que prevê apoio financeiro a famílias de baixa renda no estado. Entre as medidas vinculadas à educação está a bolsa para 52 mil alunos da rede estadual que queiram atuar como monitores, três meses de pagamento de auxílio alimentação, a partir de 23 de março, além da bolsa de R$ 150 para famílias de alunos da rede estadual que estão no CadÚnico.

Segundo o governador, o projeto de lei que prevê a bolsa aos alunos que desejem ser monitores já foi aprovado junto à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

“A primeira, e que graças a Deus a Assembleia já aprovou, é o apoio de monitoria. Cinquenta e dois mil monitores que já estão sendo selecionados. Se você é aluno da rede estadual, poderá se inscrever. Procure as informações na sua escola. São 52 mil alunos que receberão ate dezembro uma bolsa para que possa apoiar seus colegas. Nesse momento, o apoio pode ser via whatsapp, marcando um encontro na escola, via internet, para a gente compartilhar conhecimento e esclarecer duvidas de alunos. Esses monitores servirão de apoio para que a gente recupere o tempo perdido e possa acelerar esse ano e fazer dois anos em um”, disse.

Já em relação à bolsa de R$ 150 para famílias de alunos que estejam cadastradas no CadÚnico, Rui Costa afirmou que enviará até sexta (19), o projeto de lei para a Alba.

“Estou enviando à Assembleia essa semana um apoio a famílias de baixa renda cadastradas do CadÚnico, cujos filhos estão matriculados na rede publica de ensino estadual. Ao todo, são 260 mil famílias. Esses alunos receberão uma bolsa, um auxílio, um apoio financeiro de R$ 150, para que possam se manter na escola. Será exigido a permanência e o cumprimento das atividades escolares”, completou o governador.

Foto: Reprodução/Facebook

Tags:

Leia também