Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Notícias Notícias em destaque Pandemia Salvador

Rui Costa suspende transporte intermunicipal durante o São João: “Estamos muito preocupados”

O governador da Bahia Rui Costa (PT) voltou a demonstrar preocupação com as aglomerações que podem ocorrer durante as festas juninas nas cidades baianas. O gestor explicou que intenção de suspender os transportes para o interior do estado no período de São João é evitar que, com a grande quantidade de pessoas juntas, o coronavírus circule nessas regiões.

“Nós conhecemos a tradição da cultura baiana e das festas juninas, temos na nossa memória imagens de como ficam as rodoviárias, ônibus e cidades do interior quando você tem o transporte liberado”, iniciou Rui.  “É uma multidão nas rodoviárias, chegando em pequenas cidades que, com muito esforço, conseguiram reduzir um, dois, cinco, dez casos. A maioria das cidades pequenas da Bahia estão com essa média, algumas sem nenhum caso. E se houver essa multidão circulando, nós vamos provocar uma avalanche de casos duas semanas depois”, destacou.

De acordo com o governador, foi por isso que o transporte intermunicipal foi suspenso durante o São João. Mas, segundo ele, não haverá nenhum tipo de barreira nas estradas. “Isso é com a fiscalização de trânsito”, afirmou.

Rui Costa aproveitou para pedir a contribuição das pessoas para ajudar no combate à doença, pois a quantidade de leitos disponíveis para o tratamento da Covid-19 está baixa.

“O que nós pedimos é consciência, das pessoas e das famílias, para que não aglomerem, independentemente do município em que estiverem. […] evite aglomerar, juntar muitas pessoas em um espaço só, porque se não você vai estar facilitando a transmissão do vírus e podemos viver aquele período trágico do mês de março de novo no mês de julho”, alertou o gestor.

“Estamos muito preocupados. Só lembrado que nós não temos a quantidade de leitos disponíveis que tínhamos em fevereiro. Para nós suportarmos aquele número grande de março, nós tínhamos 40% dos leitos vazios. Agora não. Nós estamos com cerca de 83%, 84% e 85% [de ocupação] e a margem de leitos vazios é muito pequena para enfrentar uma nova onda. Portanto, fica aqui o apelo à sua consciência para que você mantenha a tradição dentro do seu núcleo familiar, não gere aglomerações e não participe de festas”, finalizou.

Leia também:

Rui volta a defender necessidade de proibir a venda de bebidas alcoólicas para conter avanço da Covid

Foto: Fernando Vivas / Govba


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143