Digite sua busca

 

 

Mundo Notícias Notícias em destaque

Rússia realizou primeiro ataque com mísseis hipersônicos contra a Rússia

Mísseis hipersônicos foram lançados contra a Ucrânia na última semana, sendo o primeiro uso conhecido do equipamento em combate. A informação foi confirmada pelas autoridades dos Estados Unidos para a CNN.

Os EUA conseguiram rastrear os lançamentos em tempo real e, de acordo com as fontes, o ato foi realizado como forma de teste das armas, além do objetivo de enviar uma mensagem ao Ocidente sobre as capacidades russas.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky pediu, neste sábado (19), por negociações significativas de paz e segurança com Moscou. Ele ainda disse que as negociações sobre a paz devem acontecer “sem demora”.

“Quero que todos me ouçam agora, especialmente quero que me ouçam em Moscou. É hora de nos encontrarmos, é hora de conversar, é hora de restaurar a integridade territorial e a justiça para a Ucrânia, ou então a Rússia enfrentará perdas que várias gerações enfrentarão”, acrescentou.

O Ministério da Defesa da Rússia disse, neste sábado (19), que lançou mísseis hipersônicos Kinzhal contra um depósito de munição militar no oeste da Ucrânia na sexta-feira (18), destruindo a estrutura na vila ucraniana de Delyatin. As armas hipersônicas são difíceis de detectar, representando um desafio para os sistemas de defesa antimísseis.

Os mísseis hipersônicos podem viajar em uma trajetória muito mais baixa do que os mísseis balísticos de alto arco, que podem ser facilmente detectáveis.

O Pentágono fez do desenvolvimento de armas hipersônicas uma de suas principais prioridades, principalmente porque a China e a Rússia estão trabalhando para desenvolver suas próprias versões.

Foto: Reprodução/CNN

Tags:

Leia também