Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque Salvador SAÚDE Serviço

Salvador inicia amanhã campanhas de vacinação contra gripe e sarampo

A partir de amanhã (4), a Prefeitura de Salvador inicia duas campanhas de vacinação de forma simultânea: contra gripe e sarampo. As estratégias seguirão na capital baiana até 3 de junho.

No total, todas as 156 salas de vacina montadas nos postos de saúde da Atenção Básica do município irão atender o público elegível. A pasta também realizará a imunização domiciliar (preferencialmente para pessoas acamadas ou com dificuldade de locomoção).

As equipes volantes percorrerão instituições de Longa Permanência, hospitais, clínicas, laboratórios e demais estabelecimentos de saúde com a busca ativa da população-alvo. Serão instalados, ainda, pontos de vacinação em shoppings, estações de transbordo e espaços com grande circulação de pessoas para ampliar o acesso às doses.

Gripe – A campanha contra gripe será dividida em duas fases. Na primeira etapa, que acontece de 4 de abril até 2 de maio, serão contemplados idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde. Já a segunda fase, entre os dias 3 de maio e 3 de junho, será voltada para crianças de seis meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, deficientes permanentes, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo, força de segurança, professores e pessoas com comorbidades.

A meta é imunizar pelo menos 90% da população elegível para estratégia. A estimativa é que cerca de 1,2 milhão de pessoas façam parte do público-alvo da campanha da gripe esse ano.

Sarampo – A estratégia contra o sarampo também será dividida em duas etapas. A primeira será entre os dias 4 de abril até o dia 2 de maio, para os trabalhadores da saúde (independente da situação vacinal). As gestantes estão isentas da imunização.

A partir de 3 de maio até 3 de junho, será a vez das crianças de seis meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), que devem tomar uma dose extra da vacina tríplice viral, mesmo já tendo tomado as duas doses do imunizante. Apenas as crianças que tomaram a tríplice viral há menos de um mês é que não devem tomar a vacina novamente.

Cerca de 552 mil moradores da capital baiana estão elegíveis para a atualização vacinal contra o sarampo. O objetivo da campanha é proteger pelo menos 95% desse público

Covid-19 – Já que neste momento as crianças estão sendo imunizadas contra a Covid-19, a recomendação é que a dose da vacina contra a gripe e contra o sarampo não sejam aplicadas juntamente com a vacina contra o coronavírus neste público.

Foto: Jefferson Peixoto/Secom