Digite sua busca

 

 

Sem categoria

“Segurança hídrica para os próximos 30 anos”, avalia secretário da Seihs sobre Plano Estadual

Direito assegurado pela Constituição Federal de 1988, e ampliado por meio da Lei nº. 11.445/2007, o saneamento básico ainda é uma realidade distante para muitos brasileiros.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em pesquisa realizada pelo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), em 2020, cerca 34, 1 milhões de domicílios do país não possuem acesso a serviços de esgotamento sanitário.

Secretário Estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento da Bahia (Seihs), Leonardo Goés, avaliou o desenvolvimento das ações da pasta, durante entrevista ao programa Sociedade Urgente, na manhã desta quarta-feira (18).

Ressaltando a criação do Programa Água para Todos, que promete criar 32 mil sanitários domiciliares, para o gestor, a redução de recursos do orçamento federal para obras do setor é um dos principais problemas para atender a demanda, principalmente nos centros urbanos e no interior do estado.

“O problema é um incipiente volume de recursos, que a gente sempre tem, e isso é histórico. E nos últimos anos se reduziu bastante tivemos uma redução  teve é a falta de recursos, A gente imagina que esse sonho, que é algo básico, para se ter uma qualidade de vida e segurança sanitária será atingida com o esforço de todos”, revela.

Ainda conforme o secretário, a estrutura do estado, considerado continental e complexo pelas suas dimensões, dificulta o trabalho da pasta, pelo grande números de municípios localizados no semiárido com maior população rural do país.

 Plano Estadual de Segurança Hídrica 

Com 81,6% da população atendidas pelo abastecimento de água potável, segundo informações do Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento (SNIS), a Bahia ainda caminha em busca de soluções para o setor.

Segundo Goés, o Plano Estadual de Segurança Hídrica trará uma maior segurança ao estado, garantindo o planejamento de fornecimento nos próximos 30 anos.  “Estamos com um projeto estruturante em fase de finalização, que vai prever todas as obras de infraestrutura hídrica garantindo que tenhamos a cobertura e a segurança de fornecimento de água em toda Bahia“, conta.

Foto: Divulgação / Chesf

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143