Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque

Senador cobra convocação de Carlos Bolsonaro e Felipe Martins pela CPI da Covid

Após o gerente-geral da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo, declarar ontem (13), em seu depoimento à CPI da Covid, que o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o assessor especial da Presidência da República, Filipe Martins, participaram de reuniões sobre aquisição de vacinas, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) protocolou requerimento de convocação dos dois citados para prestar esclarecimentos à comissão.

“É necessária a oitiva de Carlos Bolsonaro e Filipe Martins para que esclareçam a efetiva participação na reunião, confirmem a presença dos demais e forneçam todos os detalhes necessários para aclarar os termos do depoimento de Carlos Murillo, bem como esclareçam se participaram de outras reuniões referentes ao combate à pandemia”, disse o senador.

Em seu depoimento, Carlos Murillo afirmou, que a empresa Pfizer iniciou as tratativas com o governo brasileiro em maio, e que em agosto o laboratório fez seis propostas ao governo federal, com previsão de entrega dos imunizantes em dezembro, porém, nenhuma foi aceita. Ele revelou, também, que Carlos Bolsonaro e Felipe Martins participaram das reuniões entre a Pfizer e o então ministro da Secretaria de Comunicação Fábio Wajngarten.

“Após aproximadamente uma hora de reunião, Fábio recebe uma ligação, sai da sala e retorna para a reunião. Minutos depois, entram na sala de reunião Filipe Garcia Martins, assessor internacional da Presidência da República, e Carlos Bolsonaro. Fábio explicou a Filipe Garcia Martins e a Carlos Bolsonaro os esclarecimentos prestados pela Pfizer até então na reunião”, disse Murillo.

Foto: Divulgação / BBC News Brasil