Digite sua busca

 

 

Bahia Salvador

“Será a nova entrada de Salvador”, avalia secretário da Sedur sobre obras em Águas Claras

Secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Sedur), Nelson Pelegrino destacou a importância das obras da pasta na capital baiana, durante entrevista ao programa Sociedade Urgente, da Rádio Sociedade, na manhã desta sexta-feira (9).

De acordo com o gestor, as construções da nova Estação Rodoviária, do Terminal Metropolitano e das Estações do BRT e do Metrô, no bairro de Águas Claras, em Salvador, representam a formação na “nova entrada da cidade”.

“Eu diria que ali (Águas Claras) será a nova entrada da cidade do Salvador, porque você não vai mais precisar chegar ao quilômetro zero, no final da BR-324, no bairro do Retiro. Com esta obra, os condutores já chegarão à cidade e poderão seguir para a avenida Paralela”, conta.

Projeções para o Monotrilho (VLT)

Avaliando a construção do monotrilho que irá ligar Salvador a Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), nomeado de Veículo Leve sobre Trilho (VLT), Pelegrino explicou o por quê da escolha pelo novo meio de transporte. “O VLT corre em dois trilhos, o monotrilho corre em apenas um, elevado. Além dele ser uma pista aérea, o que auxilia no tráfego de moradores da região, ele não proporia obstáculos a população, isso acaba facilitando o desenvolvimento do modal”, explica.

Segundo ele, necessidade de desativação dos trens subúrbios, importante meio de transporte da capital, inativo desde o dia 15 de fevereiro deste ano, foi necessário por conta de fatores como a mudança do carvão para a eletricidade como combustível, aliada a necessidade de adaptação a tecnologia, e segurança, colaboraram para o fim das atividades nos 13,5 km  entre os bairros da Calçada e Paripe.

Ponte Salvador-Itaparica

Pontuando as obras de construção da ponte Salvador-Itaparica, Pelegrino ressaltou o importância do planejamento realizado pelo governo, através do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) Vera Cruz-Itaparica visando o crescimento da região.

“A ponte não é só um meio de ligação entre Salvador e a Ilha de Itaparica. É um vetor de expansão. Isso terá um impacto enorme na vida dos moradores da Ilha, além do impacto imobiliário, com uma valorização enorme nos imóveis, haverá um grande desenvolvimento econômico”, avalia.

Tags:

Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143