Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Salvador

Sindicato dos Motoristas por Aplicativo se reúne com Uber e MP para discutir melhorias

Para discutir os impactos da alta da gasolina para os motoristas por aplicativo, a segurança para os trabalhadores através de um cadastro mais exigente para os usuários, além de garantir que os destinos das corridas sejam acessíveis na ferramenta, o Sindicato dos Motoristas por Aplicativo e Condutores de Cooperativas do Estado da Bahia (Simactter-BA) se reunirá nesta terça-feira (09) com a empresa Uber e o Ministério Público.

Os dados monitorados pela categoria são preocupantes, pelo menos, três mil motoristas já precisaram devolver o veículo a locadoras sem ter como conciliar com os custos de aluguel e de manutenção dos carros.

O vereador e presidente do Simactter, Átila do Congo (Patriota) comentou sobre o assunto: “Nos últimos cinco anos só houve um aumento, que nem sei se pode ser chamado de lucro, na casa dos R $0,50. É impossível trabalhar dessa forma, você oferta serviço, então deve se reinventar e acompanhar o mercado para criar condições dignas, hoje a gasolina está alta, então, nada mais justo que uma paridade nos valores”.

Os projetos em tramitação e aprovados na Câmara Municipal da Salvador (CMS) serão levados para a reunião, no intuito de sensibilizar a empresa e pressionar para mudanças efetivas.

“A presença do Ministério Público vai reforçar a necessidade de defesa da categoria para criar um olhar mais atento às necessidades que esses trabalhadores estão sofrendo sem ter, ao menos, o básico”, disse Átila.

Alternativas

O projeto para criação de um aplicativo municipal para motoristas autônomos de Salvador foi protocolado e segue em tramitação na Câmara de Vereadores. O autor da proposta, Átila do Congo, explica que a ferramenta tem a proposta de reduzir as taxas impostas por empresas privadas aos trabalhadores, no intuito de trazer uma opção mais rentável ao mercado, com a cobrança apenas do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) no valor das corridas.  

A proposta de indicação possui o aval do prefeito Bruno Reis (DEM) após conversas para realizar os ajustes necessários e irá para votação em plenário.

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143