Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque Salvador

Sistema atmosférico pode causar fortes chuvas em Salvador a partir deste sábado, alerta a Codesal

Somando-se ao alerta divulgado na última quarta feira (13) pela Codesal, a Defesa Civil Nacional informou, nesta sexta (16), que um Sistema Frontal encontra-se entre o Espírito Santo e o sul da Bahia, onde poderá causar pancadas de chuva que podem ser localmente fortes.

O fenômeno atmosférico tende a avançar para o norte, devendo causar elevados volumes de chuva na região do Recôncavo Baiano, incluindo Salvador, entre este sábado até a segunda-feira (18), segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden).

“As áreas de risco de movimentos de massa no município caracterizam-se pela ocupação de encostas de declividades variadas com residências de alta vulnerabilidade estrutural próximas a taludes. Esta situação associada à precipitação acumulada e a previsão meteorológica indica que podem ocorrer deslizamentos pontuais e induzidos nas áreas de risco mapeadas”, alerta o Cemaden.

“Nossa orientação para as comunidades que estão em áreas de risco é que mantenham a calma e sigam os alertas da Defesa Civil, encaminhadas por SMS e pelas sirenes. Caso necessário deixem imediatamente suas casas, dirigindo-se às unidades de acolhimentos previamente estabelecidas nos treinamentos dos simulados de evacuação de área”, indica o diretor geral da Codesal, Sosthenes Macêdo.

Frente fria

De acordo com o Centro de Monitoramento de Alerta e Alarme da Defesa Civil de Salvador (Cemadec), a previsão é de que a partir de hoje (16), até a próxima quinta-feira (21) haverá, em Salvador, a atuação de uma frente fria vinda da região Sudeste com possibilidade de acumulados de chuvas expressivos e rajadas de vento.

Em consequência do mau tempo, há risco para alagamentos e deslizamentos de terra.

O Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil (SMPDC) estará em alerta e apto para atender às demandas solicitadas pela população da capital baiana.

A tendência é de que as chuvas continuem até sexta-feira (22), reduzindo gradativamente de intensidade.

Tags:

Leia também