Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Polícia

Suspeito de atropelar ex-namorada em Simões Filho é preso e pai da vítima desabafa

No último domingo (3), a jovem Laís da Silva Portela, de 26 anos, sofreu um sequestro e uma tentativa de homicídio cometida por seu ex-namorado, que não aceitava o fim do relacionamento. Três dias após o crime, o suspeito foi preso pela polícia e conduzido para a 22ª Delegacia de Simões Filho. O pai da vítima, Francisco Carlos Portela, conversou com o Sociedade Online sobre o caso.

Apesar de ter sofrido um atropelamento e ter sido socorrida para o Hospital Municipal de Simões Filho, Laís recebeu alta no mesmo dia e, segundo o pai, já está em casa. Ele declara que apesar do susto, a jovem “está se recuperando e está bem”. Além disso, ela já está sob medida protetiva.

Traição e fim do relacionamento

O relacionamento entre o suspeito e Laís durou quatro anos, mas chegou ao fim após ela descobrir que o seu então namorado era casado e tinha três filhos. “Descobrimos a traição dele através de uma amiga da família que me chamou e alertou. Eu procurei me informar e descobri que realmente era verdade. Ela então terminou”, explica Francisco.

Questionado sobre possíveis comportamentos agressivos do ex de Laís, Portela deixou claro que o rapaz jamais apresentou sinais de que seria um homem violento. Além disso, garantiu que tinha uma boa relação com o suspeito, mas tudo mudou após a descoberta da traição. “Quando soube da falta de respeito que teve com a minha família, tudo se acabou. Perdemos a confiança”, diz.

Após o crime

Francisco Portela não teve contato com ex-companheiro de sua filha depois do crime. Ao ser perguntado se ele gostaria de dizer algo à pessoa, que até a semana passada, fazia parte de sua família, Francisco foi firme em sua resposta: “Não quero nem saber que ele existe. Se eu pudesse esquecer que ele existia, eu esquecia”.

Às mulheres, um recado: “Posso dizer que nenhuma se cale, ninguém tem o direito de fazer isso, de tirar ou de tentar tirar a vida de alguém, como ele tentou tirar a vida dela”. Portela ainda complementou lamentando pela morte do cachorro da família, que estava com Laís no momento em que ela foi atropelada e acabou sendo morto, esmagado pelo veículo do suspeito. “Ele não tirou [a vida de Laís], mas tirou de uma coisa muito significativa para família, que era o animal. Esse animal era tratado pela família como se fosse um ser humano. Ele era muito querido pela família e ele tirou a vida”.

Caso

Laís da Silva Portela, de 26 anos, foi atropelada pelo ex-namorado na manhã de domingo (3), em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. De acordo com a família, a vítima estava sendo perseguida pelo suspeito há alguns dias, já que ele não aceitava o fim do relacionamento.

A jovem foi sequestrada pelo suspeito, que a colocou dentro de um carro. Laís, no entanto, conseguiu abrir a porta do veículo e escapar, mas acabou sendo atropelada pelo acusado, junto com seu cachorro.

Laís ficou ferida e o animal, acabou morrendo. Ela foi socorrida para o Hospital Municipal de Simões Filho e o caso foi registrado na 22ª Delegacia de Polícia da região. O suspeito fugiu do local após cometer o crime, mas foi capturado nesta terça-feira (6).

Foto: Reprodução/Google Street View

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143