Digite sua busca

 

 

Mundo Notícias Notícias em destaque Polícia

Suspeitos de assassinar presidente do Haiti são mortos, informam autoridades

Autoridades do Haiti divulgaram a morte e prisão dos suspeitos de assassinarem o presidente do Haiti, Jovenel Moise, na quarta-feira (7). Um porta-voz da Polícia Nacional disse que as forças de segurança mataram “quatro mercenários” e prenderam seis. Eles afirmam que os supostos criminosos teriam feito policiais como reféns durante a operação.

Moise foi morto a tiros em sua casa, na capital Porto Príncipe, pela madrugada. A primeira-dama Martine Moise também foi gravemente ferida no atentado e levada aos Estados Unidos, onde está internada em estado grave.

Em entrevista coletiva realizada nesta quinta, o chefe de polícia Leon Charles afirmou que as autoridades continuam à procura de possíveis outros criminosos responsáveis pelo caso.

Estado de sítio
Horas depois do assassinato do presidente, o primeiro-ministro interino do Haiti, Claude Joseph, decretou estado de sítio de 15 dias para “assegurar a continuidade do Estado”, depois de uma reunião de emergência com o conselho de ministros.

Temendo que a crise interna no Haiti se espalhe para a outra metade da Ilha de Hispaniola, a República Dominicana mobilizou tropas para proteger a fronteira.

Foto: Reprodução/Youtube

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143