Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque

TJ-BA rompe contrato com FGV após questão sobre ‘justiça baiana’

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) anunciou hoje (26) que vai romper os convênios firmados entre a Universidade Corporativa do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (Unicorp) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A decisão vem após uma questão de uma prova de concurso público do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE), que continha a seguinte alternativa: “Existem três tipo de justiça: a boa, a ruim e a baiana”.

“Em relação aos convênios firmados entre a Unicorp e a FGV, está em curso a rescisão de um contrato que envolve dois cursos e um Termo de Cooperação”, disse o órgão.

A Associação dos Magistrados da Bahia (Amab) também se manifestou sobre o caso. Na avaliação da entidade, a questão mostra “conteúdo preconceituoso e faz insinuação desconexa”, ao fazer comparações com a Justiça baiana.

Por sua vez, o presidente do TJ-BA, Gesivaldo Britto, afirmou que “não há condição” de fazer convênio com a FGV e que estuda a possibilidade de uma ação de reparação através da Procuradoria Geral do Estado (PGE-BA).

Foto: Divulgação

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X