Digite sua busca

 

 

Brasil Política

Toffoli manda PF ouvir ministro da Educação sobre suspeita de homofobia

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, determinou que o ministro da Educação, Milton Ribeiro, deve prestar depoimento à Polícia Federal antes de decisão sobre abertura de inquérito que vai investigá-lo por suposto crime de homofobia.

O pastor terá que se explicar sobre falas consideradas homofóbicas pelo vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, que no mês passado pediu ao STF abertura de inquérito para apurar suposta prática de homofobia por parte de Ribeiro.

As falas aconteceram durante entrevista ao jornal Estado de São Paulo, quando em uma delas, o ministro da Educação declara: “Quando o menino tiver 17, 18 anos, ele vai ter condição de optar. E não é normal. A biologia diz que não é normal a questão do gênero. A opção que você tem como adulto de ser um homossexual, eu respeito, não concordo”.

Após a entrevista, Milton Ribeiro divulgou uma nota oficial sobre o assunto, no qual disse que as declarações foram tiradas de contexto nas redes sociais, mas também pediu desculpas.

“Minha fala foi interpretada de modo descontextualizado. Jamais pretendi discriminar ou incentivar qualquer forma de discriminação em razão de orientação sexual. Ademais, trechos da fala, retirados de seu contexto e com omissões parciais, passaram a ser reproduzidos nas mídias sociais, agravando interpretação equivocada e modificando o real sentido daquilo que se pretendeu expressar. Por fim, nesta oportunidade, diante de meus valores cristãos, registro minhas sinceras desculpas àqueles que se sentiram ofendidos e afirmo meu respeito a toda cidadão brasileiro, qual seja sua orientação sexual, posição política ou religiosa”, concluiu o ministro

Segundo a PGR (Procuradoria Geral da República), as declarações podem caracterizar uma infração penal ao induzir ou incitar a discriminação ou preconceito.

Foto : Isac Nóbrega/PR

Tags:

Leia também

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X