Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque SAÚDE

Vacina contra novo coronavírus será testada na Bahia; Brasil avalia compra

As Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) será sede de testagens de vacinas para a covid-19. O projeto será realizado pelo pesquisador Edson Moreira em conjunto com o laboratório privado Pfizer. O governador da Bahia, Rui Costa, comemorou e apoiou os testes.

“É de interesse da gestão estadual inserir a Bahia nesse cenário de testes de vacina contra a Covid, sejam vacinas desenvolvidas por organismos públicos ou por laboratórios privados, como o da Pfizer”, declarou. “Serão realizados 1000 testes, sendo 500 com placebo e 500 com carga antiviral, de modo a ativar a fase 3 de testagem”, finalizou.

O Governo do Estado, mediante um convênio de cooperação técnica, apoiará a pesquisa com cerca de R$ 500 mil reais. O estudo será realizado inicialmente com 1.000 voluntários baianos, podendo chegar a 5 mil dentro de 3 meses. A pesquisa é fruto de uma parceria entre a Pfizer e a empresa alemã bioNTech que obteve resultados positivos em estudos iniciais de uma vacina que usa um fragmento genético do vírus: o mRNA (RNA mensageiro).

Os Estados Unidos fecharam um acordo com as duas empresas para comprar, ainda em 2020, 100 milhões de doses da vacina pelo valor de US$ 1,95 bilhão (cerca de R$ 10 bilhões). As empresas farmacêuticas afirmam que não conseguem produzir mais do que isso esse ano.

De acordo com o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, o Brasil irá abrir negociações com a Pfinzer para a possível compra da vacina que está sendo testada.

Foto: Paula Fróes/GOVBA

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X