Digite sua busca

 

 

Bahia Economia Notícias

Vendas em setembro crescem 9,5% na Bahia em comparação ao ano de 2019

Durante o mês de setembro, as vendas do comércio varejista da Bahia cresceram 9,5% em comparação ao mesmo período de 2019. Essa foi a terceira alta consecutiva e o faturamento atingiu cerca de R$ 8,6 bilhões, quase R$ 750 milhões a mais do que um ano atrás. Contudo, no acumulado do ano, o desempenho do varejo baiano ainda é negativo, em 10,1%, o que representa um prejuízo de 7,3 bilhões de reais no ano. Os dados são da assessoria econômica da Fecomércio-BA.

Três setores foram diretamente beneficiados pelo auxílio emergencial, são eles: Móveis e decoração (48,9%), eletrodomésticos e eletrônicos (44,6%) e materiais de construção (43,9%). Desde o início da pandemia até outubro, foram destinados 17 bilhões de reais para 5,8 milhões de baianos, ou 42% da população, conforme consta no Portal da Transparência do Governo Federal.

“A maior parcela desses recursos foi destinada ao comércio, inclusive com consumidores dando os 600 reais, que agora em setembro passaram para 300 reais, de entrada na compra de eletrodomésticos, por exemplo”, diz o economista consultor da Fecomércio-BA, Guilherme Dietze.

“A Fecomércio-BA acredita que há dois movimentos: primeiro o das pessoas que recebem o auxílio e que estão fazendo pequenas obras e reformas em suas residências. E o outro que é o investimento e compra de imóveis diante da baixa taxa de juros, estimulando, assim, a produção e consumo dos três setores que tiveram destaques no mês, todos ligados a construção civil”, completou Dietze.

Foto: Divulgação

Tags:

Leia também

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X