Digite sua busca

 

 

Entrevistas Trânsito

Vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários fala sobre reivindicações da categoria

O Sindicato dos Rodoviários da Bahia realizou uma manifestação nesta terça-feira (23), às 10h, na entrada da Lapa, em Salvador. Em entrevista a Rádio Sociedade, o vice-presidente da entidade, Fábio Primo, detalhou as reivindicações da categoria.

“O que nós esperávamos era que viesse uma terceira empresa pra que absorvesse todos os trabalhadores que ficaram no REDA, mas infelizmente isso não aconteceu, quem está operando são as duas empresas. A gente tem hoje pouco mais de 1000 trabalhadores que ainda devem ser aproveitados […] a gente precisa que a prefeitura ajude um pouco mais na questão dos terrenos, que use sua influência para que esses terrenos sejam vendidos, são quatro garagens, para que pague o dinheiro dos trabalhadores. Ficaram faltando aproximadamente 54 milhões (de reais).”

O rodoviário também falou a respeito da necessidade de mais ônibus em Salvador.

“Hoje a cidade opera com mais ou menos 1700 ônibus. Antes da pandemia eram 2100. As coisas voltaram ao normal, principalmente em relação ao transporte público e os ônibus não voltaram. Os 400 ônibus estão na garage da extinta CSN.”

A categoria vem enfrentando dificuldades desde junho do ano passado, o que tem causado impaciência.

“Vai fazer 1 ano e 6 meses de toda essa novela. A gente precisa de fato virar essa página, vender os terrenos, que o prefeito e o secretário de mobilidade entendam que a cidade precisa de no mínimo mais 200 ou 300 ônibus, para que a gente reloque esses trabalhadores que ainda não foram aproveitados.”

Fábio afirmou que outra manifestação acontecerá ainda essa semana, e apesar de não descartar a possibilidade de uma greve geral, afirma que essa não é a vontade dos trabalhadores.

“Os trabalhadores estão com uma mão na frente e outra atrás, apenas contando com a força do sindicato para lutar pelos seus direitos. […] Vamos tentar de todas as formas que isso não aconteça, que a gente mantenha a circulação e saia da garagem de maneira normal. Se isso acontecer é porque não conseguimos diálogo e não conseguimos avançar na venda dos terrenos. Se for necessário, nós vamos avisar com antecedência.”

Foto: Reprodução

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143