Digite sua busca

 

 

Brasil Esporte Mundo Notícias Notícias em destaque Outros Esportes

Vitória brasileira: Skatista faz história e Brasil vence de virada no vôlei

A “fadinha” Rayssa Leal, de apenas 13 anos, conquistou os internautas e até mesmo os participantes das Olimpíadas de Tóquio após ganhar prata e conquistar sua segunda medalha para o skate street, repetindo o resultado garantido por Kelvin Hoefler, no domingo.

Com essa conquista, Rayssa se tornou a mais jovem atleta da história do Brasil a subir o pódio nas Olimpíadas, batendo o recorde de Rosângela Santos, que ganhou o bronze em Pequim 2008 com 17 anos no 4x100m do atletismo. Leal ainda é a mais jovem brasileira a participar dos Jogos, superando a marca de Talita Rodrigues, nadadora que foi finalista no 4x100m livre em 1948, nos Jogos de Londres, quando tinha 13 anos e 347 dias. A “Fadinha” possui 13 anos e 203 dias.

O ouro ficou com a pequena japonesa Momiji Nishiya, que também tem 13 anos, mas é cinco meses mais velha que Rayssa. A skatista somou 15,26 na final, à frente dos 14,64 da brasileira.

De virada contra os argentinos

No vôlei, a conquista foi suada. Pela segunda rodada do Grupo B do torneio masculino, o Brasil enfrentou a Argentina e venceu por 3 sets a 2 (19/25, 21/25, 25/16, 25/21 e 16/14), garantindo a segunda vitória consecutiva na competição.

Apesar de entrarem na quadra como favoritos a ganhar a partida, os argentinos deixaram os brasileiros para trás, abrindo vantagem de 15 a 14 e fechando o set em 25 a 19. O Brasil, contudo,

No segundo set, os argentinos se mostraram novamente dominantes, terminando com 25 a 21. No terceiro set, contudo, os brasileiros abriram 4 pontos logo no início, aumentando a vantagem até o fim do jogo, que acabou com 25 a 16.

O quarto set foi dos argentinos, que chegaram a ter seis pontos de vantagem por algum tempo, até o momento em que fizeram 14 a 9, mas após uma sequência de 5 a 0, o Brasil virou a partida com 19 a 18, fechando o set, mais tarde, com 25 a 21, além de empatar dois sets. Em um quinto, equilibrado, o Brasil venceu por 16 a 14, garantindo a virada.

Fotos: Wander Roberto/COB / Julio Cesar Guimarães/COB

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143