Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias

Wassef é investigado por injúria racial contra funcionária de pizzaria

Uma atendente de pizzaria no Distrito Federal, procurou a delegacia na última quarta-feira (11), para registrar uma queixa de injúria racial contra Frederick Wassef, ex-advogado da família do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A mulher afirma ter sido chamada de “macaca”, após Wassef reclamar que a pizza não estava boa. O caso teria ocorrido no último domingo (8). Segundo a Polícia Civil, a vítima, contou aos investigadores que o advogado perguntou se a mulher teria comido a pizza e ela respondeu que não. Com a negativa, de acordo com o boletim de ocorrência, Wassef teria dito em voz alta: “Você é uma macaca! Você come o que te derem”.

Em nota, Wassef negou o ocorrido. De acordo com ele, “tudo que foi dito pela funcionária são mentiras e calúnias”. O advogado diz ainda que é “vítima de uma farsa e armação montada”. Ele afirmou que o caso visa “futura ação indenizatória para ganhar dinheiro”

Já a pizzaria onde trabalha a vítima, falou que vem dando todo o suporte para os colaboradores e parceiros agredidos “para que os mesmos façam valer os seus direitos e para que sejam tomadas as medidas necessárias para evitar que tais atos se repitam, entre as quais a comunicação dos fatos para as autoridades competentes mediante o registro de um boletim de ocorrência contra o agressor.

Foto: Reprodução/Redes sociais

Tags:

Leia também

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X